quarta-feira, 22 de abril de 2009

A la coitote!

Tem uns dias que eu não aguento.
Minha vontade é amarrar um foguete nas minhas próprias costas, riscar um fósforo no chão e acender o tal foguete como quem acende uma vela, pelo pavio, e sair voando, céu a cima, tal qual o coiote nos seus planos (in)falíveis, em que tenta caçar o papa-léguas. Bip bip.
É um desejo incontrolável de ir pra longe de tudo! De olhar as coisas de longe. De cima. De estar de fora. OUT!!!
Eu também me imagino ardendo em chamas, como se elas fossem meu próprio corpo, tal qual o homem tocha, do quarteto fantástico. Me imagino explodindo toda a energia acumulada, todos os sapos engolidos e todas as coisas ruins que me torram a paciência e que eu não sei ou não consigo resolver! Queimando tudo, voando até o céu, o mais alto possível, onde eu posso gritar a plenos pulmões.
Gostaria de fazer isso.
E voltar depois, lentamente, serena e feliz, tocando os pezinhos no chão de novo, e me sentindo renovada e leve. Igual criança.



6 comentários:

Luciane disse...

Paula, eu acho que a gente ta em sintonia. Escrevi mais ou menos isso no meu post de hoje também. uma vontade de sair correndo e gritando. Mas a tua cena do foguete nas costas e sair voando foi mais perfeita ainda! Vou fazer isso em pensamento para ver se eu me aquieto! Depois a gente se conta o que aconteceu! :)
Bjo!

Ju disse...

Ultimamente tenho me identificado muito contigo, amiga...pq seráa? hehe
Mas sinto muitas dessas coisas, meio presa, meio surtada, às vezes feliz, meio dormindo...tudo ao mesmo tempo agora!
Um pouco de paz espiritual pra nós, please!

Carol disse...

É, um foguete parece mesmo uma boa idéia!

Carolina Aquino - Alg disse...

Adorei a idéia do foguete! rsrsrs...
Todo mundo tem essas vontades xD

Gabriela disse...

bah, mas a mulherada ta em crise mesmo....

Gabriela disse...

ufaaa nao sou só eu...
euiheiuheiuhei