sábado, 20 de dezembro de 2008

Introduzindo Lulu

Queridos leitores:

Fiquei honrada em saber que eu era tão esperada. Muito obrigada pelo crédito! Mas, por favor, entendam: eu tava muito ocupada e não pude postar antes. Eu tava ocupada fazendo... fazendo... ah, quem se importa?? Usem a imaginação!

Eu poderia ficar aqui falando sobre mim, me descrevendo... mas pra quê? O que vocês querem, mesmo, são as minhas historinhas e meus conselhos, não é? Então fica combinado assim: a minha personalidade vai aparecendo e eu vou falando à medida que for necessário, ok? Ah, e sintam-se livres pra perguntar o que quiserem saber. Os comentários e as enquetes estão aí pra isso.

Pra começar, vou contar uma historinha com uma pitada hollywoodiana, onde qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência. Por mais que possa parecer.


Na Cama com Luke Skywalker



Imaginem o cenário perfeito: noite quente de verão. Lua cheia, daquelas que, de tão claras, tornam as lâmpadas dispensáveis. Sabe? Hum. Vinho branco gelado, chocolate. Huuumm. O bofe mais tu-do de todos os bofes da minha breve vidinha. Daquele tipo que consegue te levar pra onde quer sem falar nada - tudo o que ele precisa é lançar seu olhar de "vou acabar contigo, meu bem". Daquele tipo que te amolece as pernas só com um toque na pele. Entende? HUUUMMM!


[Antes de contar o causo, preciso dizer que esse cara me deixava frustrada, por um lado. Sempre que a transa acabava, ao mesmo tempo em que eu tava completamente acabaaaada e faceira, eu sentia que não tinha conseguido mostrar toooodas as minhas habilidades, se é que vocês me entendem. Porque ele me paralisava. O homem me acendia de um jeito que eu mal conseguia me mexer, gente! E eu deixava ele fazer o trabalho, né? Afinal, era disso que ele gostava, esse lance de me ver ali, louca, sem reação.]


Pois bem. Lá estávamos nós, com aquele calor, com a luz da Lua invadindo a janela, vinho branco na mente, chocolate em todos os lugares... Uma lou-cu-ra! O bofe me carregava pra todos os cantos da casa, incansável. Preliminares... ele era o Rei das Preliminares! Éééé, meninas! Morram de inveja! Eu, que já tava ficando ansiosa, fui conduzindo aquele tour direto pro quarto, querendo mostrar pra ele que "siiim, garanhão! Você já fez a sua parte! Chega de punhetagem e parte logo pro vamo-vê!". Ele, que não é bobo nem nada, entende o recado direitinho e me joga na cama, com aquele ar de quem vai me dar o que eu quero (não sem antes me fazer dizer o que eu quero), e eu penso: "uuuuuh, é agora"! Então, aquele monumento de bofe se ajoelha na cama, (liiindo, suado, despenteado, um tesão!) pega a camisinha e a desenrola lentamente, com o olhar mais sexy do mundo. Quando eu achava que o ápice da noite tinha chegado, meus queridos... eis que me deparo com o sabre-de-luz do Luke Skywalker! Sim, caros leitores... Só faltava aquele barulhinho "woooooooonnnn, woooooonnn", sabem?? Meeeeu Deeeeus! De onde o cara tirou a (infeliz) idéia de comprar uma camisinha VERDE-LIMÃO que, ainda por cima, brilhava no escuro??? Quando eu vi aquilo quase tive um troço, né! Tentei, EU JUUUURO que tentei me conter, porque eu não queria jogar fora todo aquele trabalho que o rapaz teve antes... Mas não deeeeeu!!! Eu comecei a me imaginar numa cena de um filme pornô fajuto, do tipo Porn Star Wars, com aquele cabelinho ridículo da Princesa Léa, dizendo "me possuuuua, meu Cavaleiro Jedi! Ah! Aaahhh! Aaaaaahhhhh". Aí foi que o barraco desabou, já diria um famoso sambista. O tal do Luke do cinema até que era bem apessoado, vamos combinar. Mas não segurei a onda - tive um ataque de riso incontrolável, enquanto ele me olhava com uma cara de "como assiiiim, tá rindo do que, mulher?". E a maionese desandou. E outras coisas desandaram também, como vocês podem imaginar. E eu fiquei lá. A ver navios. Bom, navios até que não... mas aquilo que, um pouco antes, parecia um sabre de luz e agora tava mais praquelas pulseirinhas de formatura...

Apesar disso, no fim, o saldo da noite não foi dos piores: uma garrafa de vinho a menos na adega, uma barra de chocolate a menos na gaveta, uma hora de punhetagem (sem finalização), uma brochada e uma foda frustrada... mas muita, muita risada! Pensando bem, acho que ele não achou tanta graça... mas que eu ri, aaaahhhh, isso eu ri!


Lição da Lulu: Meninos, a gente quer sexo seguro! Tudo bem, a gente confessa que camisinha não é a melhor coisa do mundo, então vale tentar inovar... mas segurem a imaginação e tomem cuidado pra não virar uma pornochanchada!


*Em tempo:
um querido e aplicado leitor já fez o dever de casa e nos mandou a foto da "bandida". Garotos, fujam disso aqui, ó!

14 comentários:

Deni! disse...

Luluuuu!!
Cehga abafando, hein, mulé?!
No fim da história, fiquei com pena do pobre moço. Imagina a empolgação do cara, querendo fazer uma surpresa. Entra furtivamente numa sex shop, pede pro atendente uma cosinha diferente pra dar uma chacoalhada na rotina... e na hora do bem-bom, a criatura desanda a rir?! Se tem uma coisa mais broxante no mundo, me conta, por favor!! hahahaha

Paula disse...

" mas aquilo que, um pouco antes, parecia um sabre de luz e agora tava mais praquelas pulseirinhas de formatura..."
hauhauhauah
Essa parte foi a melhor.

Julia disse...

Ninguém merece alguém rindo na hora H, hein, Lulu??? Broxante-master! Que outra reação tu esperava???

Mas que a história foi engraçada... foi!!!

p.s.: seja bem-vinda!

Rafa disse...

Huehuaha

Olha só, a Lulu mostrando a que veio... Sensacional! Meu sabre até esboçou uma reação em alguns momentos lendo esse conto... “woooooooonnnn” – “ai que grosseiro...” dirão as mais puritanas. Sorry, hehe.

Mas o cara que escolhe uma camisinha “laser ofuscante cheguei!” ta pedindo né. Pior que uma “punhetagem sem finalização” que como diz nosso amigo Jabor: “nos deixam exaustos com dores nos rins de tanto ardor insatisfeito” – quem já foi garoto adolescente sabe; deve ser esse broxante ataque de riso. Poor Guy.

Mas estar se relacionando assim intimamente com a Lulu não é pra qualquer um, algum mérito ele tem, só errou num detalhe.

Viu gurizada, na dúvida prefiram o morango ao kiwi.

Anitz disse...

HAHAHAHAHA

fiquei com pena do rapaiz...mas que foi engraçado, foi

sorry, Luke

Deni! disse...

O mais legal é a sinceridade dos comentadores!! Rafa, não precisa pedir desculpas pelo atrevimento, bem! Toda Lulu que se preze gosta de sabres esboçando reação. A gente não se ofende não, bem pelo contrário.

Mas também acho que o moçoilo aí da história tem seu mérito, sim. Pelo que eu conheço, a Lulu é bem exigente, e o sabre do rapaz deve ter cumprido bem sua função em outras ocasiões. Então, ele deve merecer crédito!

Fico me imaginando no lugar dele! E se um dia eu resolvo inovar e colocar uma cinta-liga fosforescente? Acho que se o cara começar a rir, das duas, uma: ou eu saio correndo, ou ele sai todo roxo.

Rafa disse...

É, a Lulu é cruel!

E a Deni! é minha “ídola”...Ela sempre me salva das minhas declarações "exageradas". Thanks Honey! =)

Esta é provavelmente a vilã... boys, avoid this:

http://www.kibascondoneria.net/images/lovelight-media.gif

Rafa disse...

eu não teria problemas com uma cinta-liga fosforescente... além do que em qualquer desfecho trágico a culpa recai sempre sobre nós homens mesmo ¬¬

e nem me fala de roxos, tenho traumas com namoradas felícias, hehe...

Julia disse...

Nossa! O Rafa achou a "maldita"!!!

João Pedro Oliveira disse...

sensacional!!!!
parabéns lulu.
ótima dica, lembrarei no momento certo!!!!!

Lulu disse...

Meninos, tô orgulhosa! Rafa, super aplicado, já foi logo buscar a bandida, que é pra se precaver. Muito bom!

E João, tenho certeza de que lembrarás da dica quando for preciso!

Aguardem a próxima lição! Mascar chicletes jamais será a mesma coisa.

Beijos, meninos e meninas!

paulinha disse...

Adorei a nova Lulu!
E, como sempre, a Dê se puxoufalando sobre "sabres esboçando reação", hehehe.
ADOREI!

Doug disse...

Gostei da nova lulu, principalmente do vocabulário.huashuasaush
sorte...

CADU disse...

A Lulu chegou metendo o pé na porta. Só quero ver a próxima que ela andou aprontando, ou talvez os que os rapazes incautos andam aprontando com ela, tal qual o nosso Luke! Estou no aguardo!