segunda-feira, 10 de maio de 2010

cafajeste de uma mulher só

Dizem por aí que as mulheres gostam é do tipo cafajeste. A gente até visualiza o tipo: cara de homem, uma barba por fazer, olhar seguro e com vida ativa. Tem um jeitão próprio, algo meio sexy e informal. O cara não é de contar vantagem. Anda por aí arrasando, virando os pescocinhos, e até aceita uns flertes. Deixa as mocinhas se apaixonarem por ele, sem garantia de retorno algum... Pra mim essa é uma definição básica do cafajeste.
Mas eu vou arriscar e dizer mais: o que as mulheres querem mesmo é o cafajeste de uma mulher só. O cara é tudo isso, mas se uma mocinha se avança pra cima dele ou algo assim, o cara consegue desviar educadamente e de mansinho. Porque ele é o cafajeste de uma mulher só. O cara ama as mulheres, mas valoriza uma em especial, e por ela é totalmente capaz de desviar das outras. O verbo é esse mesmo: desviar. Não é rebater, nem atacar. O cara só desvia, deixa passar. Não que seja algo fácil – o que torna a ação algo ainda mais admirável.
O “cafajeste de uma mulher só”.
Raridade, gatas?

5 comentários:

Maria Carolina disse...

adoreiii esse post! Sério, é o sonho!

Cadu disse...

é legal quando um cara le isso, e fica pensando se se encaixa nessa descrição, porque por incrivel que pareça, essa é uma definição talvez perfeita do que o cara (o cara enquanto homem, entende) quer para si tb.

Thunder disse...

concordo com o Cadu!!

Vivi's disse...

- adorei o modo como descreveram um homem cafajeste, é desses mesmo que agente quer ;)

Paula disse...

acho q é meio raridade, sim.