quinta-feira, 12 de novembro de 2009

DROPS Nº31

Diálogo no consultório médico...

"- Por favor, podes me emprestar um atílio?

-Um o quê?!

-Um atílio!A-T-Í-L-I-O

-Mas o quê....?!

-Uma borrachinha dessas aqui, ó!

-Anh..."

Porque a simplicidade é a alma do negócio!




8 comentários:

CADU disse...

Uma vez tinha uma novela em que o personagem do Antônio Fagundes se chamava Atílio. Acho que até era uma do Manoel Carlos, mas não tenho certeza.

Paula disse...

tem uma rua em porto alegre que se chama atílio superti.

Ju disse...

ai pior que mta gente não sabe que o nome dessa borrachinha é atílio, as vezes me sinto uma velha quando falo :P

thunder disse...

aqui em curitiba tem Rua Atílio Bório!

mas que era o nome das borrachinhas, eu nem imaginava!!

CADU disse...

Não tem nada a ver com o post, mas esses comentários me fizeram lembrar dumas histórias. Eu tenho uma mania estranha. Talvez nem seja tão estranha, talvez todo mundo tb tenha. Mas é o seguinte, as vezes, quando escuto uma palavra que não sei o significado, automaticamente eu mesmo já emprego um significado pra ela. Mesmo que baseado em coisas idiotas. Vou dar um exemplo: Uma vez tava lendo um livro que tinha a palavra lupanário. No meu cerébro já fiz algumas associações e conclui que lupanário era algo como um planetário, um lugar relacionado a astronomia. Acho que fiz alguma associação com lupas, lentes e o sufixo "ário", sei la. Muito tempo depois, descobri que lupanário era uma espécie de prostíbulo. O famoso putero!!! O loco meu!

Ju disse...

Pior é depois sair usando a palavra com o novo significado por ai! haha

Carol disse...

Pois eu nem sabia q essas borrachinhas tinham nome...pra mim "borrachinha" ou "elásticozinho" já era nome...

Paula disse...

eu aprendi que tinha esse nome no colégio...mas sempre preferi falar elástico ou borrachinha.

Fiquei curiosa: pq se chama atílio?