quinta-feira, 15 de outubro de 2009

êta vida

Que eu gosto, normalmente, de salientar a parte dramática da vida neste blog, isso todo mundo já sabe.
Que muitos têm mania de perseguição e acham que suas vidas são uma desgraça, isso também todo mundo já sabe.
Mas, o problema é que, mesmo com tudo desmoronando, tem um pilar que consegue nos manter: os amigos.
A família(biológica) não nos entende, o namorado é um grosso, o chefe é um mala, a vizinha uma joselita, mas tem sempre alguém que vai escutar tuas lamúrias, entender e, ainda por cima, te dar bons conselhos (nem sempre a gente aceita eles, mas..).

Eu já passei por todos esses tipos de brigas. Mas eu nunca tinha passado por uma briga de amigo. "Uma separação de amigo". Já passei por desentedimentos, mas briga feia, feia, feeeeia. Não. E, sinceramente, achava que nunca ia acontecer.

E aqui está o que eu constatei: é a pior dor que existe. Porque, namorado, família, tudo isso dói bastante, está certo, mas aí tu tem teus amigos, AMIGOS, certo?!
Que que se faz quando tudo desmorona e eles não tão mais ali?!hm?Quando é com AQUELA pessoa que tu quer conversar, AQUELA com quem tu sempre pôde conversar sobre tudo, e que tu nunca imaginou tua vida sem ela.

Um namorado deixar de te amar, tudo bem, você vai superar. E quando um amigo deixa de te amar, que que se faz?!

4 comentários:

Paula disse...

Acho q eu só tive uma briga feia com amigo até hoje. A gente se afastou na época, mas depois as coisas voltaram a ser como eram antes.
Porque amigo que é amigo mesmo, é pra sempre. Ama pra sempre. Amizade é pra sempre.
É preciso algo mto grave pra destruir isso, não acha?

Garota, tudo vai se acertar! ;)

#dramaqueenfellings

Gabriela disse...

ohhh
eu te amo ainda!!!!

=)

Paula disse...

É só uma marolinha!!!
#Lulafellings

Ju disse...

Pois é, dói muito! Mas se as pessoas são amigas de verdade e o motivo da briga não foi algo absurdo a tendência é que as coisas voltem ao normal com o tempo...