sábado, 13 de junho de 2009

Documentos, por favor...

Olá, meninas! Olá queridos leitores!
Estou aqui para ser curta, grossa e polêmica.
Estou aqui pra dizer que, na minha opinião, TAMANHO É DOCUMENTO, SIM.
E aí alguns vão dizer que o importante é saber usar. Mas isso é óbvio, baby! É claaaro que o mais importante é saber usar. Mas imagina se, além disso, o tamanho da ferramenta for adequado?
uii!

Prontofalei.




9 comentários:

Anônimo disse...

Nem anaconda, nem minhoca!
O padrão brasileiro é o adequado.

Paula disse...

É.
É que eu acho que, quando alguém fala que "tamanho é documento", automaticamente todo mundo pensa no tamanho master size, GG, sei lá!
E não é isso, né?

Até porque cada moça deve ter a sua preferência.
hehe
Eu desenvolveria mais esse assunto, mas fiquei com vergonha! hahaha

Anônimo disse...

De que adianta o dito cujo ser XL, se na mocinha, só cabe um M size?

Anônimo disse...

De que adianta o dito cujo ser XL, se na mocinha, só cabe um M size?

Julia disse...

De que adianta o dito cujo ser XL, se na mocinha, só cabe um M size? [2]
hahahaha
Concordo. E concordo com o que todos comentaram antes de mim também: dizer que tamanho importa não quer dizer que tenha que ser master-super-plus-giga-size. Quer dizer que tem que ser adequado. E não falarei mais do que isso, porque tenho vergonha.

Anônimo disse...

Acho que isso é consenso entre as mulheres. Tamanho e funcionalidade, sim! Não pode ser 8 e não pode ser 80.

CADU disse...

Então vou colocar outro ponto para discussão, vcs lulus, não concordam que o comprimento é superestimado, enquanto talvez a circunferência seja o que realmente importa? Rá, está aí uma questão a ser discutida.
E digo mais, eu sou o único homem que botou a cara a tapa neste post, portanto palmas para mim.

Paula disse...

Palmas!!!
Eu acho que é um ponto de grande relevância esse da circunferência.

Paula disse...

Será que devo classificar o blog como "para maior de 18 anos"?